Filme: (500) Days of Summer

23:12 Ana Paula Sial 1 Comments



Bom, hoje é o tal do Valentine's Day (dia dos namorados em alguns países), pensei bastante se eu ia escrever algo sobre isso durante o dia, até que lembrei desse filme maravilhoso que minha irmã me obrigou a assistir.

Quem me conhece um pouco sabe que eu não sou muito fã de comédias românticas, por isso lutei muito para não ver esse filme, achava que era mais um filme bobo, ou talvez um filme super cult dos que minha irmã ama, mas bem que quebrei a cara e amei o filme.

O filme não é aquele conto de fadas tipico das comédias românticas, ele trata da realidade sobre alguns relacionamentos, o quanto você cria uma quantidade de expectativas em relação a uma pessoa e o desastre que acontece quando essas expectativas não são correspondidas.


Mas vamos ao que interessa, sinopse do filme:

Romântico inveterado, o jovem Tom (Joseph Gordon-Levitt) sonha em conhecer a mulher de sua vida, com quem casará e constituirá uma família. Trabalhando como escritor de cartões comemorativos, ele tem uma surpresa quando seu chefe apresenta sua nova assistente, a bela Summer (Zooey Deschanel). Logo, o garoto se apaixona pela colega de trabalho, que afirma não acreditar no amor. E os dois começam uma conturbada relação.



O filme conta todo o relacionamento conturbado de Tom e Summer de forma não cronológica, com vários recortes das lembranças de Tom, das coisas boas e das coisas ruins que aconteceram. Também tem momentos que a tela é dividida com a expectativa vs realidade, feitas pela perspectiva de Tom,

Isso torna o filme extremamente divertido e você tem somente duas opções: ou você acha o Tom muito chato e meloso ou você "adota" ele de todas as formas possíveis, mas qualquer uma das duas opções vai fazer você se divertir ou se emocionar durante o filme.


Bom, assim que eu terminei de ver o filme a primeira coisa que eu fiz foi odiar a Summer com todas as minhas forças, chamar ela de vaca escrota e babaca... e afins, fiquei com muita raiva dela mesmo.

Mas aproximadamente uns 10 minutos depois, com um lindo "empurrãozinho" psicológico da minha irmã, comecei a pensar que talvez eu estivesse equivocada.

Na verdade o filme só mostra a dura realidade da vida, onde você coloca uma quantidade enorme de expectativas, "cria" a pessoa perfeita no seu parceiro(a), e como as expectativas não são a realidade e também que a realidade as vezes dói, você geralmente quebra a cara.

Acabou que esse filme me fez pensar mais sobre os meus próprios relacionamentos e o quanto eu sempre fui "Tom demais" e que talvez eu devesse pensar de forma mais realista sobre as coisas que acontecem.

Resumindo, recomendo 100% esse filme, é divertido, faz pensar um pouco, faz amar e faz odiar também rsrsrsrs.

E ai, já assistiram o filme? o que acharam?

Bjsss

Quer mais dicas de filmes? Clique aqui ;)

Você também vai gostar de:

Um comentário:

  1. Ola! Gostei do seu Blog e tenho um Artigo para colaborar no seu Blog, faço divulgação na minha rede +2 milhões de acessos e te dou Link do meu blog. Não cobro! O que peço em troca peço é um link dentro do artigo para meu blog. Quer receber uma proposta para avaliação?
    prof.rosioliveira@gmail.com

    ResponderExcluir