Blogagem Coletiva: Vamos falar sobre relacionamentos?!

04:17 Ana Paula Sial 2 Comments

Esse post faz parte da blogagem coletiva do Blogueiros Geek.
Ilustra: Helô D’Angelo

Mês de Junho é o mês do "love", dos "pombinhos apaixonados" e eu senti uma pontada na espinha quando vi um dos temas da blogagem coletiva do mês: "o que vc aprendeu com os relacionamentos.. As lições, coisas boas, ruins .. tudo aquilo que vc acha válido compartilhar com o mundo (e aconselhar)"

Pensei bastante se eu ia ou não falar aqui sobre isso, passei quase o mês inteiro pensando, até que percebi que eu estava com medo de postar esse tipo de coisa... Abrir o coração num lugar onde qualquer pessoa do mundo tem acesso é um tanto assustador pra mim...


Mas como eu tomei coragem, vamos lá...

Eu só tive um namoro de 8 meses, abusivo, claro que eu só fui perceber que era abusivo quando eu já tinha gastado todas as minhas lágrimas e entrado em depressão, mas é aquele ditado "vamo fazê o que né?".

Quando eu o conheci, achei que ele era o cara perfeito, menino caseiro, religioso (muçulmano, pasmem), que me amava demais como eu era... só digo uma coisa: DOCE ILUSÃO ADOLESCENTE (mesmo eu não sendo mais adolescente hahahah).

Mas lá no fundo eu sabia que tinha algo errado... 
- quando em toda briga independente do motivo a culpa era sempre minha, 
- quando dizia que eu era louca,
- quando ele dizia que as outras eram muito melhores que eu,  
- quando mentia pros outros dizendo que eu não era nada dele, 
- quando ele dizia que eu tinha que dar graças a Deus por ele ser meu namorado, porque nenhum homem ia querer uma menina chata e louca como eu era,  
- quando eu era obrigada a ajudar ele em tudo (inclusive financeiramente), 
- quando me xingava de nomes que nenhuma mulher merece ouvir,
- quando me ameaçava, 
- etc etc etc (tem n coisas que não vale a pena nem citar aqui)...

resumindo... quando fazia eu me sentir como se eu fosse a pior pessoa do mundo.

O triste é... eu ignorei esse sentido que dizia que havia algo errado, eu ignorei os conselhos dos meus amigos e da minha família, porque achava que eles estavam querendo me proteger ao extremo, eu me anulei e me omiti, ou seja, só desgraça né gente hahahahah

Eu só cai na real, quando minhas amigas abençoadas me enviaram um vídeo da Jout Jout, chamado "Não tira o batom vermelho", aquele vídeo caiu feito uma bomba na minha cabeça, aquele vídeo fez eu pensar "Deus porque estou fazendo isso?" e aquele vídeo me fez ter voz e coragem pra acabar com tudo de uma vez por todas.

Alias Obrigada Jout Jout (sei que ela nunca vai ler isso mas gostaria de agradecer mesmo assim rs).

Mas não estou aqui pra que vocês leiam e chorem (por isso só contei por cima essa história e da forma mais descontraída que eu consegui), e sim pra dizer o que eu aprendi com esse único relacionamento...

Primeiro, se você não se sente bem e nem segura perto do seu companheiro, tem algo errado e muito errado.

Segundo, aquela voz interior que diz que tem alguma coisa errada acontecendo, escute ela, provavelmente tem mesmo.

e por ultimo, mas não menos importante, se tem algo errado, FALE, não se omita, grite se for preciso, se imponha, mostre que você sabe do que está falando e merece respeito. Não tenha medo de ficar sozinha e se ele te ameaçar vá a polícia.


Bom, é isso gente :)


OBS.: gente queria deixar claro que não estou falando mal dos muçulmanos, inclusive hoje tenho uma grande amiga, pessoa maravilhosa que é muçulmana. Em qualquer religião existe pessoas boas e ruins e ele era uma pessoa ruim, só isso.


Você também vai gostar de:

2 comentários:

  1. Ana sua linda, ainda bem que vc conseguiu sair desse relacionamento e tem amigas que se preocupam tanto com você! Tenho certeza que você encontrará alguém fantástico que te valorize com seus defeitos e qualidades, mesmo nos dias de tpm (brincadeira <3) é triste qd passamos por relacionamentos assim, machuca muito mas você está de parabéns por ter conseguido passar e enxergar que havia algo errado. Beijos linda!

    www.metamorphya.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Bruna ^^
      Obrigada pelas palavras, é realmente difícil, mas graças a Deus consegui e espero realmente encontrar esse alguém... e se ele me aguentar na TPM é casamento na certa hahahah.
      Obrigada!
      bjsss

      Excluir